[Notícia] Usinas previstas para 2022 têm estimativa de aumentar a oferta de energia em 7,6 GW

O ano de 2021 obteve o segundo melhor resultado desde 1997 na ampliação da capacidade instalada de geração no Brasil, e 2022 promete ultrapassar esse feito. De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), o incremento na matriz energética para este ano está estimado em 7.625,08 megawatts (MW), superando a expansão verificada no ano passado, de 7.562,08 MW.

O incremento verificado em janeiro foi de 482,21 MW, sendo 344,25 MW provenientes de fonte eólica (71% do total do mês) e 137,97 MW de usinas termelétricas.

Seis estados tiveram empreendimentos liberados para operação comercial no primeiro mês de 2022, nas regiões Norte, Nordeste e Sul. Os destaques, em ordem decrescente, foram o Rio Grande do Norte (161,50 MW), a Bahia (143,50 MW) e o Paraná (134,80 MW).

Capacidade instalada

O Brasil inicia 2022 com 181.944,5 MW de potência fiscalizada, de acordo com dados do Sistema de Informações de Geração da ANEEL, o SIGA, atualizado diariamente com dados de usinas em operação e de empreendimentos outorgados em fase de construção. Desse total em operação, 82,99% das usinas são impulsionadas por fontes consideradas sustentáveis, com baixa emissão de gases do efeito estufa.

Outras informações sobre o acompanhamento da expansão da oferta de geração estão disponíveis em painéis interativos em www.aneel.gov.br/acompanhamento-da-expansao-da-oferta-de-geracao-de-energia-eletrica. Esses painéis, atualizados mensalmente, mostram a previsão para a entrada de novas unidades geradoras para os próximos anos. Eles trazem ainda um histórico da expansão da geração desde a criação da ANEEL (1997).  Além dos painéis, também está disponível a base de dados com informações de previsão e acompanhamento de obras dos empreendimentos outorgados para construção.

Fonte: Aneel [Acesso em 13/02/2022]

Rodolfo Alves

Um estudante de engenharia, técnico em eletrônica, vidrado em como funciona as coisas deste mundo (e dos outros também).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.